Buscar
  • Letícia Oliveira

Fruta para bebê: qual e como ofertar?

Uma dúvida muito comum dos pais é sobre quais tipos de fruta os bebes podem consumir.


Muita gente acha que tem que começar com as mais docinhas, evitando as frutas ácidas. Ou ainda que não pode dar algumas frutas pelo risco de alergias.


Vamos começar pensando nos sabores que trazem as frutas para os bebes


É nessa fase em que o bebe está desenvolvendo todas as papilas gustativas. E é bem importante estimular todos os sabores, não apenas o doce, incluindo também no cardápio o ácido e o amargo, eu te conto mais sobre isso aqui neste link.


E vocês irão se surpreender com os bebês, eles costumam adorar alimentos mais amargos nessa fase, acreditam?


Portanto, nada de ficar ofertando apenas a laranja serra d’água por ser mais docinha, ok? Vamos variar, inclusive os tipos de laranja, preferindo sempre as da safra no mês.


Aqui tem um link do ceasa para companhar os alimentos da safra.


Eu considero a banana, a manga, a laranja, a melancia, o mamão e o abacate as frutas mais fáceis de serem ofertadas no início da introdução alimentar, ou seja, nas primeiras semanas.


Mas o seu bebe pode consumir qualquer fruta!

Todas as frutas podem ser oferecidas desde o primeiro dia de introdução alimentar. Sem restrições mesmo! A não ser que seu bebe tenha algum tipo de alergia, intolerância ou necessidade de exclusão daquele nutriente e isso deve ser avaliado em consulta médica.


Laranja, mamão, abacate, banana, pêra, pêssego, melancia sem sementes, morango, mexerica, melão, ameixa, kiwi, abacaxi... e por aí vai!


O importante é variar para criar ao longo de todo o processo de introdução alimentar uma biblioteca recheada de sabores na memória do seu pequeno.


As papilas gustativas em formação precisam conhecer todos os sabores para se identificar e familiarizar-se com eles, evitando a recusa no futuro.


As frutas podem ser ofertadas nas mãos do bebe, em formatos e textura adequadas para que ele consiga consumir sozinho e no seu tempo.


Atenção: é importante que o bebe esteja pronto para receber a fruta inteira, esteja sentado em local calmo e adequado, esteja atento ao que está fazendo, receba a fruta em uma textura que ele consiga amassar o pedaço entre a língua e o céu da boca e num tamanho que ele consiga agarrar com o próprio punho e sobre um pedacinho para fora para ele poder colocar na boca.

Neste caso, a maçã, por exemplo, precisa ser cozida ou assada.


Para ofertar na colherzinha a fruta pode ser apenas amassada no garfo ou raspadinha.


Não tem necessidade de bater, triturar, peneirar.


Não precisa tirar, para o bebe, as sementes das frutas que consumimos com sementes, como a banana, o morango, o kiwi, e goiaba. Você vai precisar retirar sementes de melancia, maçã, pera, melão.


As frutas que as pessoas mais têm receio de alergias são kiwi, morango e abacaxi. E nós só vamos considerar que o bebe tem alergia após ele manifestar o sinal ou sintoma através do leite materno ou do consumo ou do histórico de alergias, diagnosticado pelo pediatra.


Então, de acordo com o manual de nutrologia da sociedade brasileira de pediatria, todas as frutas estão liberadas na introdução alimentar, se o seu filho não tem nenhuma restrição alimentar.


No meu curso "Bebe bem nutrido" eu te dou o passo a passo do método que criei ao longo de mais de 8 anos de experiência para você criar no seu filho uma ótima relação com o alimento de verdade. Um bebe que come de tudo e tem toda a sua potência para crescer forte e saudável não tem preço, não é mesmo?


Clique no link para saber mais!


E me conta aqui… Quais frutas seu bebe já experimentou? Com quais sabores ele já está familiarizado?


Pode me dizer também quais assuntos você gostaria de ver por aqui.



2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
  • Facebook
  • Instagram

©2021 por Nutriniños. Orgulhosamente criado pelo Estúdio Luneta.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now